Atualizado em:


Tópicos em proxmox Permalink

Anotações sobre proxmox.

    Nested Virtualization com Debian e virt-manager

    É muito útil ter um proxmox local para aplicar configurações de testes antes de enviá-las para produção. Eu normalmente subo o proxmox usando o virt-manager habilitando a opção nested virtualization.

        sudo apt install virt-manager

    Para nested virtualization, há dois casos. Se seu processador for AMD:

        sudo su
        echo "options kvm-amd nested=1" > /etc/modprobe.d/kvm-amd.conf
        modprobe -r kvm_amd
        modprobe kvm_amd

    E se for intel:

        sudo su
        echo "options kvm-intel nested=Y" > /etc/modprobe.d/kvm-intel.conf
        modprobe -r kvm_intel
        modprobe kvm_intel

    Agora é só fazer o download da ISO do proxmox e iniciar a instalação do pelo virt-manager:

    • https://www.proxmox.com/en/downloads/category/iso-images-pve

    O diretório padrão do libvirt para salvar as VMs é /var/lib/libvirt/images/, se quiser mudar, faça o procedimento abaixo:

    sudo su
    mkdir /home/storage_libvirt
    chown libvirt-qemu: /home/storage_libvirt/
    
    virsh pool-destroy default
    virsh pool-undefine default
    virsh pool-define-as --name default --type dir --target /home/storage_libvirt
    virsh pool-autostart default
    virsh pool-start default

    Dicas gerais do proxmox:

    • Baixando templates para containers: Datacenter->node->local(storage)->Content->Templates
    • Subindo imagens ISO: Datacenter->node->local(storage)->Content->Upload

    NAT com Debain para as VMs

    Existe inumeras formas de você criar um NAT, sendo uma das mais famosas, com o uso do pfsense. Aqui farei de forma bem simples, usando um container do proxmox com debian, que vou chamar de gw.

    Adicione uma segunda interface em no seu node: node->Network->Create->Linux Bridge. Se você colocar no campo Bridge Port alguma placa física, essa interface terá comunicação com sua rede local, fora do proxmox. Minha placa bridge ficou com o nome vmbr1.

    O container gw já está com acesso a rede externa na interface eth0 em bridge com vmbr0, assim, vou apenas fazer a configuração de vmbr1. Para tal, eu desliguei o container (por algum motivo não consegui adicionar a interface com o container ligado). Em container-gw->Network->Add criei uma interface chamada eth1 e selecionei bridge para vmbr1.

    Criarei uma rede NAT 10.0.0.0/24. Depois de ligar o container tenha certeza que o comando ip a mostre tanto a eth0, interface com saida para web, quanto eth1.

    Em /etc/network/interfaces colocaremos a configuração da nova interface:

    auto eth1
    iface eth1 inet static
            address  10.0.0.1
            netmask  255.255.255.0
            bridge_ports none
            bridge_stp off
            bridge_fd 0
            post-up echo 1 > /proc/sys/net/ipv4/ip_forward
            post-up   iptables -t nat -A POSTROUTING -s '10.0.0.0/24' -o eth0 -j MASQUERADE
            post-down iptables -t nat -D POSTROUTING -s '10.0.0.0/24' -o eth0 -j MASQUERADE

    Agora suba a interface com ifup eth1 e está feito.

    DHCP

    Encaminhamento de portas

    Deixe um comentário